inovacao cor barra 2d4f04

Práticas de Inovação Social

Utilização de Linguagem Neutra

1. Identificação da Entidade – Prática

Qual a designação da prática: Utilização de Linguagem Neutra
Prática em: Referenciação
Entidade Responsável pela Prática: ADM Estrela –Associação Social e Desenvolvimento
Pessoa de Contato na Entidade: José Carlos Correia
E-mail: jose.carlos@admestrela.pt
Página Web e/ou Redes Sociais: http://www.admestrela.pt
Telefone: 271221579

2. Identificação da Prática de Qualificação / Capacitação /Inovação Social

Identificação das áreas temáticas (Escolher a(s) opção/opções que melhor enquadre a prática): Cidadania e Igualdade
Objetivos e finalidade da Prática: A utilização de linguagem inclusiva em todos os documentos da ADM Estrela, é uma prática que pretende promover princípios igualitários entre homens e mulheres no que respeita a sub-representação do sexo geralmente discriminado – o feminino.
Com esta prática prende-se não só, a sensibilização interna dos/as colaboradores/as, assim como do público em geral através de documentos de comunicação externa.
Beneficiários e destinatários - público-alvo: Pessoal Interno à ADM Estrela;
Outros destinatários de comunicação.
Parceiros comprometidos com a prática [Indique as organizações comprometidas, formal e informalmente, com a prática]: O desenvolvimento da prática, na sua dinâmica não pressupõe a existência de parceiros. Contudo, numa fase inicial a UBI-Universidade da Beira Interior, teve um papel fundamental de formação e disponibilização de guias práticos de utilização de Linguagem Neutra
Identificação do Princípio(s) em que a prática se inscreve. Selecione uma ou mais das seguintes opções: Igualdade de Género

3. Fundamente a(s) escolha(s) acima referida(s): apenas o princípio que quer ver referenciado ou reconhecido

4. Caracterização e Construção da Prática

A que problema pretende responder? Que solução foi implementada?: Promover a Igualdade de Género através da comunicação escrita.
Que competências foram necessárias para a construção da prática?: Para desenvolver esta prática teve de haver todo um processo de capacitação dos/as intervenientes (colaboradores/as), que consistiu em ações de sensibilização internas recorrendo à experiência da UBI e ao Guia e Linguagem Neutra por ela editado.
Como foram envolvidos os beneficiários e destinatários da prática?: Nesta prática todos os envolvidos são simultaneamente destinatários e beneficiários. Tratando-se de uma prática assente em comunicação escrita, não há beneficiários/as diretos. O envolvimento deve-se numa primeira fase a ações de capacitação dos colaboradores no que respeita à utilização de linguagem neutra.
Que metodologias e instrumentos foram utilizados?: A metodologia utilizada assentou em ações de sensibilização e informação de modo a promover a utilização de linguagem inclusiva em processos de comunicação escrita.
Que dificuldades e obstáculos foram encontrados? Quais as formas encontradas para os superar? Quando pretendemos modificar modelos de escrita e comunicacionais, enraizados e muitas vezes controversos culturalmente, há sempre uma fase de adaptação e alguma resistência. É necessário persistência e tempo(anos) para implementar esta prática.
Que dificuldades e obstáculos foram encontrados? Quais as formas encontradas para os superar?: N/A
A prática contribuiu para o reforço das competências dos atores, agentes e organizações envolvidos na sua construção? Quais e em que medida?: As ações de capacitação/sensibilização possibilitaram aos agentes reforço dos seus conhecimentos em matéria de igualdade de género.
A prática demonstra valor e mais-valias que garantem a sua autossustentação e viabilidade?: Após ultrapassada a primeira fase de implementação, a prática é autonomamente sustentável e viável.
Liste e anexe evidências relevantes para aprofundamento da prática (links sites, fotografias, documentos resumo, documentos síntese de avaliação, testemunhos, notícias, etc.: Plano para a Igualdade
Guia de linguagem neutra

5. Transferência, Incorporação e Disseminação da Prática

Em que medida pensa que a prática pode ser útil a outras organizações?: Esta prática além de responder ao principal objetivo de promoção da igualdade de género, possibilita as organizações desenvolverem “inconscientemente ” uma politica igualitária no que respeita ao tratamento comunicacional entre homens e mulheres.
Em que medida estaria disponível para apoiar uma adaptação da prática a outros contextos ou trabalhá-la em parceria com a Rede ANIMAR?: A ADM Estrela estará sempre disponível em apoiar as instituições, empresas, organismos públicos ou grupos informais na dinamização de iniciativas de promoção da igualdade de género.
Mostrar Entrada no Site: Sim, quero mostrar a minha entrada no site

Redes e Parcerias

Parceiro1 Cases   Parceiro2 Ripess   Parceiro3 CNES   Parceiro4 Comuna Carta Portuguesa para a Diversidade

Financiado Por

 financiadores02 financiadores03 financiadores04