inovacao cor barra 2d4f04

Práticas de Inovação Social

Casa do Sal da Figueira da Foz

1. Identificação da Entidade – Prática

Qual a designação da prática: Casa do Sal da Figueira da Foz
Prática em: Referenciação
Entidade Responsável pela Prática: Verdes Verdades
Pessoa de Contato na Entidade: José João M Rodrigues
E-mail: casadosal@gmail.com
Página Web e/ou Redes Sociais: http://www.casadosal.pt https://www.facebook.com/CasadoSal
Telefone: 929060517

2. Identificação da Prática de Qualificação / Capacitação /Inovação Social

Identificação das áreas temáticas (Escolher a(s) opção/opções que melhor enquadre a prática): Desenvolvimento Local e de Base Comunitária, Empregabilidade / Empreendedorismo, Produtos Locais e Internacionalização
Objetivos e finalidade da Prática: Contribuir para o desenvolvimento da Salicultura da Figueira da Foz - Contribuir para a criação e implementação de práticas inovadoras como as Redes Colaborativas de Produção e Venda.
Beneficiários e destinatários - público-alvo: - Produtores e produtoras de sal da Figueira da Foz

- Produtores e produtoras da Região

- Outros nanoprodutores, desempregados e todas as pessoas que desejem assumir uma postura mais ativa no desenvolvimento das suas regiões
Parceiros comprometidos com a prática [Indique as organizações comprometidas, formal e informalmente, com a prática]: - Produtores da Bacia Hidrográfica do Mondego. Ex: TerraPlanta em Casal de Santo Amaro, Penacova, Cooperativa produtos da Nossa Aldeia em Penacova, Rosa Rodrigues Agricultura Biológica em Rios Frios, Coimbra, Cristais do Sal na Figueira da Foz, EcoMuseu do Sal da Figueira da Foz, Saber Intemporal em Coja, Arganil, Casa da Esquina, em Coimbra.

- ANIMAR

- Cooperativa Terra Chã

- GAF - Grupo Aprender em Festa
Identificação do Princípio(s) em que a prática se inscreve. Selecione uma ou mais das seguintes opções: Participação, Inovação Social, Equidade e Inclusividade

3. Fundamente a(s) escolha(s) acima referida(s): apenas o princípio que quer ver referenciado ou reconhecido

4. Caracterização e Construção da Prática

A que problema pretende responder? Que solução foi implementada?: Desvalorização da actividade salícola tradicional.

A solução implementada foi demonstrar que a salicultura tradicional tem futuro desde que a saibamos inovar.
Que competências foram necessárias para a construção da prática?: - Comunicação

- Inovação

- Criatividade

- Trabalho em parceria e em rede
Como foram envolvidos os beneficiários e destinatários da prática?: Através da demonstração que a inovação e o trabalho em parceria produzem mais rendimento e sustentabilidade para as nanoproduções
Que metodologias e instrumentos foram utilizados?: A metodologia utilizada foi a "demonstrativa"

Instrumentos: sessões públicas em mercados locais, ateliers, internet, comunicação social. formação
Que dificuldades e obstáculos foram encontrados? Quais as formas encontradas para os superar?: Principais dificuldades:

- Não ser salicultor reconhecido pela sua antiguidade e experiência;

- Falta de recursos financeiros

- Pluriatividade

Superação:

Aprofundar e reforçar a estratégia adoptada para este projeto
A prática contribuiu para o reforço das competências dos atores, agentes e organizações envolvidos na sua construção? Quais e em que medida?: Em certa medida. As pessoas e entidades envolvidas (com n diferentes) neste processo começaram a acreditar que fazendo articulações e pontes entre os seus projectos podiam rentabilizá-los mais e melhor: a lei do menor esforço.
A prática demonstra valor e mais-valias que garantem a sua autossustentação e viabilidade?: Sim. A criação e reforço de dinâmicas colaborativas, (umas informais, outras formais) muito diversas induz mais valias que podem contribuir para a autosustentação e desenvolvimento destas práticas.
Liste e anexe evidências relevantes para aprofundamento da prática (links sites, fotografias, documentos resumo, documentos síntese de avaliação, testemunhos, notícias, etc.: - Rede Colaborativa do Mondego

- Mercado de Trocas de Coimbra

- Conversas Esquinadas da Casa da Esquina

- Redes Colaborativa de Produção e Emprego Local da ANIMAR

Anexos

http://agencianimar.com/wp-content/uploads/gravity_forms/1-11ce55b3444ab7d3dfebf005b447b593/2016/02/5-Diu00e1rio-de-coimbra.jpg

5. Transferência, Incorporação e Disseminação da Prática

Em que medida pensa que a prática pode ser útil a outras organizações?: Pode inspirar, fertilizar outras práticas.
Em que medida estaria disponível para apoiar uma adaptação da prática a outros contextos ou trabalhá-la em parceria com a Rede ANIMAR?: Faz parte da atitude desta prática a interacção com outras pessoas, organizações e territórios.
Mostrar Entrada no Site: Sim, quero mostrar a minha entrada no site

Redes e Parcerias

Parceiro1 Cases   Parceiro2 Ripess   Parceiro3 CNES   Parceiro4 Comuna Carta Portuguesa para a Diversidade

Financiado Por

 financiadores02 financiadores03 financiadores04